Notícias / Veja nossas novidades


Por que fazemos o que fazemos? 20 FEV

20/02/2018, postado por Cisa Brasile - Tags: Cisa Brasile, Meeting 2018, Jonas Tilp

Por que fazemos o que fazemos?

Uma viagem para o caminho de Santiago de Compostela com direito a reflexões sobre aspectos da vida pessoal e profissional. Foi isso que o Cisa Meeting 2018 nos ofereceu com a palestra Leve pouco e compartilhe muito* realizada no dia 30 de janeiro de 2018, por Jonas Tilp, Idealizador da Treecom Coworking, em Joinville, SC.

Só de falar que o pano de fundo foi o local que recebe milhares de peregrinos a cada ano você já entendeu que a palestra foi bem especial, não é mesmo? Para ter uma ideia, se já sabíamos da importância de valorizarmos nossas conexões e os times com os quais convivemos diariamente em nossas empresas, Jonas reforçou isso com uma frase: “os encontros nos moldam e o tempo nos transforma”.

Como fomos transformados pela palestra e entendemos a importância de compartilhar inspirações (e de quebra tivemos um gostinho de como é o caminho de Santiago de Compostela), dividimos alguns pontos com você do que nós, participantes do Cisa Meeting (que contou com representantes e distribuidores brasileiros, diretores, gerentes e equipes comerciais, de marketing e licitações da Cisa Brasile), aprendemos e refletimos.

Em busca de um propósito

Falar sobre propósito é falar sobre paixão por alguma coisa. Ao refletir no seu propósito de vida, seja pensando no lado pessoal ou no profissional, busque por algo que, como Jonas comenta, não seja feito somente para si, mas também para a sociedade a qual pertence.

Encontrar o propósito de vida é um desafio porque exige tempo para refletirmos e nos conhecermos melhor. Tempo que, em nossas rotinas atribuladas, acaba sendo escasso. Por isso, Jonas fala da importância de fazermos as perguntas certas, o que nos leva ao próximo ponto:

 

Questione

“Muita gente procura por respostas, mas ninguém terá as respostas se não fizer perguntas. O que faz a sociedade se movimentar e o homem evoluir são as perguntas”, reflete Jonas, que destaca a importância de questionarmos a nós mesmos com o objetivo de encontrarmos nossos propósitos. “Por que estou aqui? Por que existo? Qual é o meu talento? Por que não coloco o meu talento à disposição da sociedade?”, são algumas das repostas que devemos procurar.

Tenha uma meta

Propósito, visão e plano. Após ter um propósito, tenha uma visão do que você espera e trace um plano. Tudo na vida começa com o primeiro passo, mas para isso é essencial saber para onde você quer ir.

Nesse momento é comum termos inseguranças, pois sair da zona de conforto e caminhar rumo ao desconhecido não é tarefa fácil. “Dá medo quando a gente se lança em alguma coisa. Quem tem propósito até pode ter medo ou inseguranças, mas todo esse medo fica para trás. Você caminha para a luz e as coisas começam a acontecer de fato para você”, destaca Jonas.

Faça conexões

Nenhum propósito de vida tem sentido se não for feito para pessoas e com pessoas. Por isso, nessa jornada rumo ao seu propósito lembre-se do quão importante é cada pessoa que cruza seu caminho. Não esqueça que assim como somos influenciados também influenciamos.

Sorria e agradeça sempre

"Nós somos o reflexo do que colocamos para o mundo. O mundo vai nos devolver aquilo que a gente entrega para ele”. Com essas palavras, Jonas faz cada um de nós lembrar da importância de termos uma atitude positiva perante a vida, mesmo diante das adversidades comuns da nossa jornada (inclusive diante dos desafios profissionais).   

Empatia

Talvez o mais importante de tudo é colocar-se no lugar do outro. Entender as necessidades do outro é essencial não apenas para nós, como profissionais, mas também para nós como membros de uma sociedade. Nossos propósitos de vida somente farão sentido a partir do momento que compreendermos que todos fazemos parte de uma grande cadeia e que somos importantes e essenciais uns aos outros (como já dissemos: somos influenciados e influenciamos, não é mesmo?)

Para encerrar: aqui e agora...

Para fechar com chave de ouro, deixamos aqui um lembrete de Jonas sobre a importância de vivermos o presente:

“Nunca podemos nos esquecer que a única coisa que a gente tem é a conexão com o agora, com o que a gente pode entregar”. Por isso, vale sempre procurarmos constantemente responder à pergunta: “qual a diferença do que eu posso fazer agora, com o tempo que eu tenho?”.

 

* A palestra “Leve pouco e compartilhe muito”, ministrada por Jonas Tilp, fez parte da programação do Cisa Meeting 2018 que aconteceu de 29 de janeiro a 02 de fevereiro, na cidade de Joinville, SC. Confira as fotos do evento aqui.



Cisa Brasile Ltda ® - Todos os direitos reservados
Rua Dona Francisca, 8300 - Distrito Industrial, Bloco I, Módulo 1, 2 e 3
CEP: 89239-270 - Joinville - Santa Catarina - Brasil